quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Queremos Fama?/!

Quem nunca desejou ser um ator famoso, um cantor de sucesso, um modelo internacional, um jogador de futebol milionário ou, simplesmente, uma celebridade?
No mundo da cultura da mídia, a busca pela fama é incessável. Todos os anos, milhares de pessoas gravam e mandam vídeos para a Globo na esperança de participar do Big Brother Brasil, lugar com maior concentração de pessoas inúteis por metro quadrado. Não que eu seja uma "discípula" do Adorno, até porque já assisti algumas edições do BBB (obs: para rir é válido).
Sem falar nas inúmeras edições de programas como Ídolos e Fama, que têm como objetivo lançar novos cantores no mercado fonográfico brasileiro, mas alguém conhece algum participante desses programas que fez realmente sucesso?
Tudo bem, reconheço que a Roberta Sá concorreu ao prêmio de Revelação do Ano de 2008 no VMB, o Thiaguinho canta no Exaltassamba e alguns outros gravaram trilhas sonoras para novelas, mas nada além disso.
Retomando, o que está em questão é a necessidade das pessoas de terem 15 minutinhos de fama. Agora tem até celebridade da Internet (o clipe de "Pork and beans" da banda Weezer mostra algumas dessas celebridades).
A Paris Hilton é um grande exemplo de celebridade que não faz nada, além de provocar escândalos. Porém, ela não é a única. Na própria televisão brasileira tem muita gente inútil. E isso, me lembra Debord e sua "Sociedade do Espetáculo", onde as pessoas são o que aparentam ser, ou seja, a aparência é mais importante do que a essência e, com isso, essas celebridades se tornam famosas porque aparecem e aparecem porque são famosas. O que importa não é ser bom e, sim, fazer barulho.
Para um artista que precisa de público, ter fama é relevante, mas ela precisa vir como consequência do trabalho bem-feito. Afinal, o único lugar onde sucesso vem antes de trabalho é no dicionário, ou pelo menos, deveria ser assim.Eu acredito que o público tem que dar valor apenas para quem merece e, não para pessoas inúteis que querem aparecer na televisão a qualquer custo, como o ex-marido da Suzana Vieira.
As pessoas devem ser mais críticas e dar ibope apenas para quem merece. Concordo com a frase do Marcelo D2 que diz: "Celebridade é artista, artista que não faz arte". Então, se o seu objetivo é a fama, estude e trabalhe para conseguí-la da forma mais digna possível.


Por Laís Rodrigues

Um comentário:

jonny disse...

Concordo com a Laís. A mídia mta das vezes quer empurrar algo q é, desculpe a expressão, um pé no saco... Mas é msm.. puTz véi.. É cada um que aparece neh!?