sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Espetáculo como forma de consumo

Para complementar o pensamento do Jonatas...

Estava eu passeando pelo shopping de niterói quando deparei-me com uma loja onde estava disposto em ordem cronológica TODOS os cds da Madonna e mais alguns dvds da mesa... pensei eu (como um fã inveterado da cantora): Oba! Eu quero completar a minha coleção.
Logo em frente a essa loja de cd existe uma Renner. Logo na porta dessa loja você vê um cartaz imenso da cantora com uma promoção: compre na Renner e concorra a 1500 ingressos para o show. Se você parcelar em até 8 vezes, pode concorrer a dois ingressos.
Depois desse passeio pelo shopping comecei a pensar em todas a lógica de consumo legitimada pelo espetáculo. Os cds só estão ali porque Ela está chegando ao Brasil (antes não tinha), a Renner está empolgadíssima em aumentar a compra de seus produtos. No site da Tam (Comatamtemmadonna) você cria uma frase, posta um vídeo, uma foto (todas as formas de mediações) e os mais criativos ganham ingressos para o show. A Gol também está no mesmo caminho, assim como a revista Gloss e outros meios midiáticos que apropriam-se da lógica de espetáculo para a venda de seus produtos.
A Madonna (como ela mesmo se considera) é um produto midiático que sempre se renova para atender às expectativas de seus seguidores de mais de 20 anos de carreira e mesmo "velhinha", responde aos questios básicos de entretenimento: músicas simples com batidas gostosas (agora ela se apropriou do hip hop, que é algo extremamente vendável hoje, assim como Nelly Furtado, Fergie, Britney, Mariah Carey e outras cantoras pop's), shows totalmente "epsetaculosos", cheios de invoações, efeitos especiais e um estilo único.
"Compre na Renner, entre na Tam, crie a sua frase, preencha cupons, mas não percam a ÚNICA oportunidade de ver esse ícone do nosso espetáculo midiático, mas acima de tudo, consuma-nos". Poderia dizer a sociedade de espetáculo, se ela tivesse boca e voz.

(está bem, confesso que eu estou louquinho para ir a esse show, mesmo não indo comprar na Renner. Prém já me cadastrei na Tam para participar de sua promoção).

;P

Rapael Cancellier

Um comentário:

Letícia disse...

hehe... pra vc ver como ngm está livre das artimanhas do espetáculo/consumo!